Assign modules on offcanvas module position to make them visible in the sidebar.

Main Menu

Data: 19/02

Horário: 16h

A pauta vai desde a polêmica em torno do concurso público do Ministério Público Estadual do Amapá até a manifestação do sindicato por meio dos outdoors espalhados pela cidade, passando pelos processos judiciais em andamento sob acompanhamento do escritório jurídico. 

Analisaremos ainda a luta nacional contra a reforma administrativa, a reforma da previdência estadual (que deve voltar a pauta da ALAP nas próximas semanas), até a pressão para que a vacinação contra a covid-19 tome um ritmo mais acelerado. 

Convidamos para estar presentes representantes da Federação e da Associação Nacional dos Servidores dos MPs. Marque em sua agenda ?

No dia 13 de agosto de 2019, o Brasil foi às ruas mais uma vez, para lutar contra a política de ataques do governo Bolsonaro ao funcionalismo público, à educação e em defesa da aposentadoria.

Em Macapá, a manifestação teve início na Praça da Bandeira, com a adesão de trabalhadores de várias categorias, que ao lado da juventude, e impulsionados pelas entidades do movimento sindical e estudantil, ocuparam as principais avenidas da cidade para dizer não à Reforma da Previdência.

Nota de Apoio ao SINDSEMP-AP na sua exigência por mais vagas para servidores no concurso público do Ministério Público do Amapá

A Federação Nacional dos Trabalhadores dos Ministérios Públicos Estaduais (FENAMP) e a Associação Nacional dos Servidores do Ministério Público (ANSEMP) vêm a público manifestar sua solidariedade e apoio a política desenvolvida pelo SINDSEMP-AP, que vem desde 2019 desenvolvendo uma campanha pela valorização dos servidores públicos da instituição, ao mesmo tempo em que cobra a abertura de concurso público para sanar a grande carência de mão-de-obra efetiva, tanto na capital, quanto nas comarcas do interior.  

Em Assembleia Geral Extraordinária realizada no último sábado (8), os integrantes do Sindicato dos Servidores do Ministério Público do Estado do Amapá (SINDSEMP-AP) votaram pela proposta de defender reposição inflacionária emergencial de 5% nos salários. A reivindicação será levada para avaliação da Administração do Ministério Público do Amapá (MP-AP) em reunião agendada para a terça-feira (11).

Campanha salarial com cálculo dos retroativos e data-base de 2018 foram alguns dos pontos colocados em pauta e discutidos pelos presentes, cujas reivindicações foram levantadas e avaliadas para deliberação dos encaminhamentos.

Venha fazer parte do SINDSEMP

Aproveite todas as vantagens de ser sindicalizado e torne nosso movimento mais forte!

Inscreva-se

SINDSEMP - Amapá - Macapá - Brasil